Affonso Cândido e Lorenil Gomes pedem suspensão do ISSQN para taxistas e motoxistas em Ji-Paraná

Os vereadores solicitaram ao prefeito Marcito Pinto prazo de 90 dias para que a categoria volte a recolher o imposto

Um pedido para suspensão da cobrança do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), por um prazo de 90 dias, para taxistas e motaxistas foi encaminhado ao prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT) pelos vereadores Affonso Cândido (DEM) e Lorenil Gomes (PSDB).

De acordo com o vereador Lorenil Gomes, taxistas e motoxistas estão com as atividades suspensas desde 21 de março. “Ainda são incertos os efeitos do isolamento social em Ji-Paraná, mas o que temos perceber é que a classe [taxistas e mototaxistas] está sem trabalhar e acumulando prejuízos”, admitiu.

“Esperamos que o prefeito Marcito Pinto seja sensível ao nosso pedido. Nos reunimos com a categoria e verificamos que a situação é bastante delicada. A cada dia nos deparamos com novas situações por causa da quarentena, que afetam tanto empresas quanto trabalhadores autônomos”, assegurou Affonso Cândido.

O ISSQN é um imposto municipal e deve ser recolhido por empresas prestadoras de serviços e por profissionais autônomos prestadores de serviços